HomeNoticias

A Globo na Arena: As aventuras dos brasileiros em Donetsk

Dia 6 de dezembro o Donbass Arena foi visitado pela equipe de filmagem do canal brasileiro Globo. Naturalmente, aos jornalistas interessava em primeiro lugar tudo o que estivesse relacionado com os seus compatriotas que atuam no elenco dos 'mineiros', mas as questões abordadas não param por aí.

O local das filmagens foi a sala de conferências, o campo propriamente dito e os vestiários dos jogadores. Além disso, no túnel que leva ao campo, os repórteres brasileiros ficaram bastante tempo analisando as fotos expostas nas paredes e com alegria iam reconhecendo nelas os seus compatriotas que jogaram pelos ‘laranja-negros’ em anos diferentes. Todo o material filmado irá fazer parte de um projeto que será lançado em breve nas telas do Brasil.

- As pessoas em nosso país têm muita curiosidade em saber como vivem os brasileiros em Donetsk - disse o produtor do filme, Fábio Juppa. - Todo mundo conhece o Shakhtar por suas atuações na Champions League, mas tem pouca informação sobre as relações que se desenvolvem entre os jogadores, sobre como funciona a vida deles no clube. Estamos aqui para mostrar e falar sobre isso, sobre a equipe mais brasileira da Champions. Começaremos por mostrar o Shakhtar, a sua estrutura, a forma como os jogadores vivem em Donetsk. Além disso, está agendada uma entrevista com Bernard, uma vez que agora ele é muito popular no Brasil e defende com sucesso as cores da seleção.

- O que pode nos dizer sobre o Donbass Arena?
- É um estádio impressionante! No geral, o Shakhtar é um clube com uma esplêndida infraestrutura moderna. A propósito, vamos conversar sobre isso com o Zago, vamos lhe pedir que compare os grandes clubes brasileiros, como o Corinthians ou o Flamengo, com o Shakhtar. Poucos clubes brasileiros possuem uma infraestrutura como esta.

- O principal objetivo do filme de vocês é mostrar a vida dos brasileiros em Donetsk?
- Sim. O verão aqui é quente e para eles, provavelmente, tudo se torna bem mais fácil do que no inverno. Mas agora está muito frio em Donetsk. Quando aterrissamos pensamos logo como deve ser difícil jogar futebol nestas condições. Mas tem uma coisa que ajuda muito todos os brasileiros: eles têm aqui formada toda uma comunidade com suas famílias e amigos. Isto facilita muito o processo de adaptação. E a cidade, no geral, é bonita, muito agradável.

Assessoria de Imprensa do FC Shakhtar Donetsk   

 

 

Tags: